Notice: Undefined index: cidade in /home/storage/a/05/f4/marcosinacio1/public_html/app/application/models/Cidades.php on line 12

Notice: Undefined variable: retorno in /home/storage/a/05/f4/marcosinacio1/public_html/app/application/models/Cidades.php on line 41
Curso online capacita atividade jurídica no atendimento aos usuários de drogas | Notícias | Marcos Inácio Advocacia

Curso online capacita atividade jurídica no atendimento aos usuários de drogas

  • Geral
  • 0 Comentários
  • 19 mai 2015

Curso online capacita atividade jurídica no atendimento aos usuários de drogas

Estão abertas as inscrições para os interessados na segunda edição do curso “Integração de competências no desempenho da Atividade Judiciária com usuários e dependentes de drogas”.

A Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, do Ministério da Justiça (Senad/MJ), o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e as Faculdades de Direito e de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) abriram inscrições para os interessados na segunda edição do curso “Integração de competências no desempenho da Atividade Judiciária com usuários e dependentes de drogas”.

Com duração de três meses e carga horária de 120h, o curso será inteiramente gratuito e realizado na modalidade de ensino à distância, com certificação fornecida pela USP. As inscrições podem ser feitas até o dia 31 de maio. O link também encontra-se disponível na página do Senad, onde poderão ser encontradas maiores informações.

O objetivo é oferecer as bases teóricas para a atuação multiprofissional no atendimento aos usuários de drogas, incluindo a articulação com a rede de serviços existente na comunidade. Visa ainda construir respostas intersetoriais nas áreas jurídica, da educação, saúde e assistência social, com vistas ao enfrentamento do fenômeno drogas.

A capacitação foi desenvolvida para membros e servidores das instituições que compõem o sistema de justiça, com o objetivo de instrumentalizar profissionais que atuam na área dos Juizados Especiais Criminais, Varas Criminais e Varas da Infância e da Juventude, como juízes, membros do Ministério Público, defensores públicos, advogados, delegados de Polícia, dentre outros.

Fonte: TJRN

Deixe um comentário

Digite seu nome.
Por favor insira um endereço de e-mail válido.
Por favor, digite uma mensagem.
Fale
conosco