83 3044 1000

João Pessoa

Olá, como você se chama?

Cobertura de seguro de vida em casos de covid-19

Por Renato César (Advogado Associado)

Por Renato César (Advogado Associado)

Como é sabido, o seguro de vida é um contrato no qual a seguradora se compromete a pagar uma indenização aos beneficiários descritos na apólice, em caso de morte do segurado.

Ocorre que, segundo as normas regulamentadoras da Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), o seguro de vida não cobrirá os riscos decorrentes, direta ou indireta, de epidemias e pandemias declaradas por órgão competente. Sendo assim, a partir do momento em que a Organização Mundial da Saúde (OMS) atribuiu o status de pandemia ao coronavírus no dia 11 de março de 2020, as seguradoras deixaram de dar cobertura para as mortes decorrentes da covid-19. 

Porém, diante de todo o cenário global, algumas seguradoras passaram a realizar o pagamento das apólices, quando da ocorrência da morte do contratante em razão da covid-19 (sinistro). Enquanto outras, mantiveram o entendimento de que tal causa-morte seria um risco excluído, e que, mesmo com o pagamento em dia, não existiria cobertura para tal sinistro.

Portanto, diante desses diferentes posicionamentos entre as seguradoras, é interessante consultar se sua seguradora incluiu os casos da covid-19 em suas apólices, para que, mesmo em caso de negativa – possa ser reconhecida na esfera judicial, por meio de um advogado – o dever da seguradora de pagar os valores devidos aos beneficiários em caso de falecimento do segurado pela covid-19, pois a recusa da seguradora no pagamento do prêmio nessas situações, impõe ampla desvantagem ao consumidor, transferindo o risco do negócio para este último.

Posts Relacionados

Publicações

Como impugnar um edital de concurso público?

2 Agosto 2022

Por Nayane Ramalho (Advogada Associada)

Publicações

Responsabilização de empresas que praticam atos lesivos à administração pública

28 Julho2022

Por Rejane Carvalho (Advogada Associada)

Publicações

Quais benefícios previdenciários não podem ser acumulados?

25 Julho2022

Por Tayenne Costa (Advogada Associada)

Publicações

Como fica a partilha de imóvel construído pelo casal em terreno de terceiros?

20 Julho2022

Por Isabela Ferreira (Advogada Associada)

Publicações

Impenhorabilidade de bens de hospitais filantrópicos

18 Julho2022

Por Lucas Brito (Advogado Associado)