83 3044 1000

João Pessoa

Olá, como você se chama?

Dicas para aproveitar de forma segura a Black Friday

Por Jackson Lucena (Advogado Coordenador)

A Black Friday, a superpromoção com origem nos Estado Unidos, com o objetivo de aquecer o mercado e abrir o período de vendas voltadas para o fim de ano, já foi incorporada ao calendário do varejo físico e do comércio eletrônico no Brasil, e a edição deste ano ocorrerá nesta sexta-feira, 27 de novembro.

Há quem diga que esse ano será o maior volume de compras virtuais dos últimos anos, em face do isolamento social e do vultuoso aumento das compras digitais.  Contudo, como sempre fazemos aqui, é necessário registrar alguns cuidados que o consumidor tem que adotar para não transformar a Black Friday em uma “black fraude” e no lugar de desfrutar de um produto ou serviço com um preço menor que o de costume, ser vítima de golpes ou fraudes.

Dessa forma, antes, durante e após a compra é preciso tomar as seguintes precauções:

- Pesquise! Pesquise bastante. Os valores e condições variam muito de um site para outro e a informação de quanto o produto valia anteriormente é fundamental para saber se o desconto oferecido é real;

- Avalie a idoneidade da loja, prefira aquelas já conhecidas no mercado, consulte o CPNJ, o telefone, o endereço, as avaliações da loja nos comentários do Google, no site Reclame Aqui e no Consumidor.gov para saber a qualidade do fornecedor daquele produto ou serviço;

- Não faça compras por links promocionais que lhe foram enviados por e-mail, WhatsApp, Facebook, Instagram ou outros meios, busque diretamente o site da loja;

- Leia atentamente o endereço do site, para que não tenha letras a mais ou a menos ou pequenas alterações, os golpistas criam sites muito parecidos com os sites dos grandes varejistas, como “americana.com.br”; “magasineluisa.com.br”;

- Desconfie dos grandes descontos, o produto e a logística possuem um custo e o fornecedor nunca vai abrir mão do lucro, então seja cauteloso;

- Certifique-se que navegador exibe a figura de um cadeado na barra de navegação que indica a idoneidade do site e o protocolo “https://”, antes do nome do site, que garante que suas informações estão protegidas;

- Faça sua lista de prioridades, não se deixe iludir pelos grandes descontos, tenha responsabilidade econômica, compre apenas o que precisa, o ano que vivemos é atípico, merece uma maior cautela com o seu orçamento;

- Só aceite parcelar o valor até um número de parcelas sem juros, para que o desconto não seja perdido na aplicação de juros em um número delongado de parcelas;

- Confirme todas as condições de entrega, principalmente as de frete grátis;

- As compras realizadas pela internet possuem por lei o prazo de 07 (sete dias) para desistência pelo cliente após o recebimento do produto, podendo o consumidor desistir e devolver o produto sem nenhum custo.

Mesmo assim, caso caia em algum golpe, seja surpreendido com alguma propaganda enganosa, não receba o produto ou o receba com defeito ou da forma diversa da contratada, dentre outras situações, busque o PROCON, o Ministério Público do Consumidor ou um Advogado da sua confiança, sempre guardando os prints das telas, notas fiscais, comprovantes de pagamento entre outros documentos, para requerer da forma mais completa o exercício dos seus direitos.

Posts Relacionados

Publicações

Aposentadoria especial dos agentes comunitários de saúde

22 Janeiro 2021

Por José Fernandes (Advogado Coordenador)

Publicações

MP prorroga regras de cancelamento de voos durante a pandemia

20 Janeiro 2021

Por Marília Dias (Advogada Associada)

Publicações

Você sabia que os alguns critérios de aposentadorias mudaram?

19 Janeiro 2021

Por Edivanildo Nunes (Advogado Associado)

Publicações

Minha carteira de habilitação venceu. Renovo agora ou depois da vigência do novo CTB, em abril?

15 Janeiro 2021

Por Jackson Lucena (Advogada Coordenador)

Publicações

Os contratos digitais têm validade jurídica?

13 Janeiro 2021

Por Camila Fazollo (Advogada Associada)