83 3044 1000

João Pessoa

Olá, como você se chama?

Interrupção de atualização e manutenção de benefícios junto ao INSS

Por Valeska Leitão (Advogada Coordenadora)

Visando garantir a conservação de determinados benefícios e para evitar o deslocamento do cidadão às Agências da Previdência Social, o INSS estabeleceu orientações e diretrizes preventivas para o novo cenário.

Entre as medidas de prevenção se encontra a interrupção, pelo prazo – prorrogável – de 120 (cento e vinte) dias no início mais 60 (sessenta) dias recentemente, as rotinas de atualização e manutenção de benefícios que, em decorrência do estado de emergência pública, não podem ser realizadas ante a impossibilidade de atendimento presencial.

De acordo com o artigo 1º da Portaria nº 373, de 16 de Março de 2020:

Art. 1º Interromper, por até 120 (cento e vinte) dias as seguintes rotinas de atualização e manutenção de benefícios administrados por este Instituto em decorrência do estado de emergência pública, resultante da pandemia do coronavírus (COVID 19), podendo ser prorrogado enquanto perdurar a situação:

I - bloqueio dos créditos dos benefícios por falta de realização da comprovação de vida aos beneficiários residentes no Brasil ou no exterior;

II - exclusão de procuração por falta de renovação ou revalidação após 12 meses;

III - suspensão de benefício por falta de apresentação de declaração de cárcere;

IV - suspensão de benefício por falta de apresentação de CPF;

V - suspensão de benefício por não apresentação de documento que comprove o andamento regular do processo legal de tutela ou curatela quando se tratar de administrador provisório, além do prazo de 6 meses;

VI - o envio das cartas de convocação aos beneficiários com dados cadastrais inconsistentes ou faltantes identificados pelo Sistema de Verificação de Conformidade da Folha de Pagamento de Benefícios - SVCBEN e disponibilizados no Painel de Qualidade de Dados do Pagamento de Benefícios - QDBEN; e

VII - suspensão de benefícios por impossibilidade da execução do programa de Reabilitação Profissional.

A interrupção do bloqueio dos créditos dos benefícios por falta de realização de comprovação de vida aos beneficiários residentes no Brasil ou no exterior iniciou a partir da competência de 03/2020. As demais rotinas mencionadas no artigo 1º da Portaria nº 373, iniciaram a partir da competência 04/2020.

Com o encerramento do prazo estabelecido na portaria acima citada e, ainda, diante do cenário de calamidade pública, no dia 17 de junho de 2020 foi publicada a Portaria nº 680 que prorroga por mais 60 (sessenta) dias, as interrupções das rotinas de atualização e manutenção de benefícios.

Contudo, este prazo de prorrogação não cabe para os beneficiários do inciso VI do art. 1º da Portaria nº 373/PRES/INSS, de 16 de março de 2020. Para esses, será enviada carta de convocação solicitando apresentação dos documentos de identificação para fins de atualização de dados cadastrais.

Posts Relacionados

Publicações

Revisão de precatórios federais

27 Novembro 2020

Por Nelson Torres (Advogado Associado)

Publicações

Quais os direitos dos aposentados por invalidez?

26 Novembro 2020

Por Luana Souza (Advogada Associada)

Publicações

Quem tem direito ao auxílio-doença por acidente de trabalho?

25 Novembro 2020

Por Bárbara Mendes (Advogada Associada)

Publicações

Dicas para aproveitar de forma segura a Black Friday

24 Novembro 2020

Por Jackson Lucena (Advogado Coordenador)

Publicações

Você conhece os direitos dos anistiados políticos?

23 Novembro 2020

Por Antônio Neto (Advogado Associado)