83 3044 1000

João Pessoa

Olá, como você se chama?

Quem tem direito ao auxílio-doença?

Por Sara Diniz (Advogada Coordenadora)

O auxílio-doença, após a Reforma da Previdência, passou a ser denominado como auxílio por incapacidade temporária, sendo destinado a todos os trabalhadores que forem acometidos por incapacidade para o trabalho por mais de 15 dias.

Na verdade, terá direito ao benefício de auxílio por incapacidade temporária o segurado da Previdência Social que vier a ser acometido por alguma doença que o impeça de exercer sua atividade laborativa e tenha qualidade de segurado, oportunidade em que poderá ser afastado do trabalho durante o período que precisar se recuperar da doença ou incapacidade.

Durante os primeiros 15 dias consecutivos ao do afastamento da atividade por motivo de doença, caberá à empresa pagar ao segurado empregado o seu salário integral. A partir do 16º (décimo sexto) será devido o benefício de auxílio doença por incapacidade temporária, se preenchidos os requisitos, cujo benefício será pago pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Para se conseguir o benefício, deve ser feito um requerimento administrativo junto ao INSS pelos seus canais de atendimento, seja o nº 135, seja pelo site do “Meu INSS”. Deve-se esclarecer que é aconselhável consultar um advogado sobre como proceder o requerimento para evitar instruir o pedido administrativo com a documentação errada.

Posts Relacionados

Publicações

Aposentadoria especial dos agentes comunitários de saúde

22 Janeiro 2021

Por José Fernandes (Advogado Coordenador)

Publicações

MP prorroga regras de cancelamento de voos durante a pandemia

20 Janeiro 2021

Por Marília Dias (Advogada Associada)

Publicações

Você sabia que os alguns critérios de aposentadorias mudaram?

19 Janeiro 2021

Por Edivanildo Nunes (Advogado Associado)

Publicações

Minha carteira de habilitação venceu. Renovo agora ou depois da vigência do novo CTB, em abril?

15 Janeiro 2021

Por Jackson Lucena (Advogada Coordenador)

Publicações

Os contratos digitais têm validade jurídica?

13 Janeiro 2021

Por Camila Fazollo (Advogada Associada)