83 3044 1000

João Pessoa

Olá, como você se chama?

Lei prevê o afastamento das gestantes no trabalho presencial

Por Daniella Duarte (Advogada Associada)

Por Daniella Duarte (Advogada Associada)

Publicada em 13 de maio de 2021 a lei 14.151/2021, dispondo que durante estado de emergência de saúde pública de importância nacional decorrente do coronavírus, a empregada gestante deverá permanecer afastada das atividades de trabalho presencial, sem prejuízo de sua remuneração.

Prevê ainda que a empregada afastada ficará à disposição para exercer as atividades em seu domicílio, por meio de teletrabalho, trabalho remoto ou outra forma de trabalho a distância.

A legislação foi omissa nas hipóteses em que, pelas especificidades das funções, não houver possibilidade de execução de trabalho remoto pela empregada gestante, devendo, portanto, a empregada permanecer afastada, recebendo normalmente sua remuneração pelo empregador e não pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), até que cesse o estado de emergência na saúde pública, decorrente da covid-19, sem previsão até o momento.

Em casos de dúvidas, é importante que a empresa consulte um advogado especializado a fim de evitar multas administrativas.

Posts Relacionados

Publicações

Vereador pode receber benefício por incapacidade e continuar trabalhando

23 Setembro 2021

Por Sara Diniz (Advogada Associada)

Publicações

Direitos do servidor público: Descubra quais são os seus.

23 Setembro 2021

Conheça cada detalhe desta relação de trabalho tão específica.

Publicações

Aposentadoria rural: o guia completo da previdência rural

16 Setembro 2021

O que é preciso para se aposentar como trabalhador rural em 2021?

Publicações

Neste dia do cliente, reforçamos o nosso compromisso

15 Setembro 2021

Por Frederico Torres (Advogado Associado)

Publicações

Direito ao auxílio moradia para médicos residentes

14 Setembro 2021

Por Joyce Reis (Advogada Associada)