83 3044 1000

João Pessoa

Olá, como você se chama?

Planejamento previdenciário: você sabe a importância?

Por Júnior Angelim (Advogado Associado)

A Reforma da Previdência, ocorrida no ano de 2019, introduziu uma série de modificações na sistemática de cálculos e regras para fins de concessão dos benefícios previdenciários, modificações que geram dúvidas recorrentes em grande parte da população.

Diante disso, passou a ser ainda mais latente a necessidade de um bom planejamento previdenciário para os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que nada mais é do que a análise do histórico do contribuinte, sua idade, atividade desenvolvida, tempo de serviço – seja ele urbano ou rural – suas contribuições previdenciárias, eventuais patologias que o acometem, além da verificação da legislação vigente aplicável a cada caso concreto.

Um bom planejamento previdenciário permite que as informações do contribuinte sejam analisadas de maneira criteriosa, de maneira a reunir a documentação e as contribuições necessárias para embasar o pedido do benefício, além de identificar o melhor tipo e o melhor momento para requerê-lo.

Desse modo, o planejamento previdenciário estuda não apenas a situação presente, mas também o passado e o futuro do contribuinte, de modo a resguardá-lo contra possíveis erros, inconsistências e desvantagens no recebimento de seu benefício.

Assim, é de suma importância procurar uma assistência jurídica especializada com o objetivo de garantir o recebimento do seu benefício da maneira mais vantajosa. Fique atento!

Posts Relacionados

Publicações

Fique por dentro do novo pente-fino do INSS

4 Agosto 2021

Por Valeska Leitão (Advogada Coordenadora)

Publicações

7 dicas de como evitar golpes no uso do PIX

3 Agosto 2021

Por Elora Fernandes (Advogada Associada)

Publicações

Dona de casa com fibromialgia tem direito a receber aposentadoria por incapacidade permanente

29 Julho2021

Por Bárbara Mendes (Advogada Associada)

Publicações

O que é e quem tem direito ao auxílio-inclusão?

23 Julho2021

Por Thiago Costa (Advogado Associado)